Login | Cadastre-se
replica uhren
Topo
← Voltar

Mitos e Verdades sobre o \"Choquinho ou Eletroterapia\"

Publicado em 30/08/2018 por Camila Lino

      O choquinho ou melhor dizendo,  a Eletroterapia, é uma das técnicas que consiste no uso de correntes elétricas para a realização de um tratamento fisioterápico, é extremamente útil para o tratamento de condições como inchaço, dor, espasmos ou para fortalecimento muscular.

 Vejamos alguns mitos e verdades sobre essa técnica tão conhecida.

1.       ESSA TECNICA DOI.

               MITO! Se realizada por um profissional habilitado, não existe dor. O fisioterapeuta coloca eletrodos na superfície da pele, por onde passam correntes de baixa intensidade que não trazem risco para a saúde, nem tão pouco causará dor.

 

2.       É VERDADE QUE A ELETROTERAPIA POSSUI CONTRAINDICAÇÕES?

             VERDADE. As correntes elétricas não devem ser aplicadas sobre áreas de implantes metálicos, marcapasso, no útero gravídico e em regiões de tumor, pois além de não causar o efeito necessário, ainda poderá agravar o caso.

 

3.       TODOS APARELHOS DE ELETROTERAPIA SÃO IGUAIS?

            MITO. As correntes são classificadas como por exemplo: direta, contínua, unipolar, monofásica ou unidirecional... entre outras inúmeras. Devido à grande aplicabilidade as correntes possuem parâmetros específicos para cada tipo de tratamento, fazendo com que as mesmas se diferenciem e facilitem o alcanço dos objetivos conforme a necessidade dos paciente.

 

 4.       POSSO USAR ESTE APARELHO PARA GANHAR HIPERTROFIA MUSCULAR?

            MITO. Embora tenha uma leve hipertrofia muscular, o aparelho não substitui exercícios físicos para quem está a busca de ganho de hipertrofia, todavia pode-se utilizar uma junção das técnicas. Lembre-se sempre de procurar um profissional habilitado.

 

5.       TENHO HERNIA DE DISCO, NÃO POSSO FAZER ELETROTERAPIA?

           MITO.  Na verdade, é bem o oposto, para quem tem esse tipo de patologia o uso desta técnica ajuda imensamente nas dores. Contudo o ideal seria fazer um acompanhamento fisioterápico com outras técnicas associadas, tal como RPG e Pilates.

           Como vemos, não devemos ter medo dos “choquinhos”, pois eles não só ajudam na melhora das dores, como também e principalmente,  na melhora total do sistema muscular.  Vale sempre ressaltar que todo e qualquer tratamento deve ser realizado por profissionais habilitados.

 

 .              

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!