Login | Cadastre-se
Topo
← Voltar

Conceito aberto ou fechado na Arquitetura  

Publicado em 31/08/2018 por Kelly Nascimento

Há algum tempo temos ouvido falar em conceito fechado e aberto de uma casa ou apartamento, ou seja, dividiremos os ambientes como temos feito ao longo dos anos ou tiramos as paredes que servem de barreira entre um cômodo e outro?

Tudo dependerá de vários fatores: um dos mais importantes é, no caso de construção já pronta, verificar com a construtora ou engenheiro se há a possibilidade de retirar algumas paredes ou não, pois elas podem ser estruturais. Não se pode ir quebrando tudo de forma aleatória, é preciso uma autorização de um profissional especializado dizendo que não há perigo em se remover elementos da construção; outra observação relevante é saber o quanto se tem para investir, pois para um ambiente com maior área sem paredes e pilares, mais a viga terá que suportar o peso em um vão livre e maior ela será. Em contrapartida, o uso de paredes e pilares em pontos distribuídos em menor distância causa também um custo com materiais e mão de obra.

Além do recurso financeiro disponível, existe a análise de vida social dos proprietários, pois em um ambiente dividido, separado por paredes e portas, a interação social fica restrita às pessoas que estão dentro daquele cômodo no momento, os demais ficam isolados, afastados pelos elementos de construção.

O ponto positivo do ambiente fechado, é o fato de ele ficar reservado, diminuindo o ruído que possa vir de outro cômodo pelo uso de paredes e portas como divisores.

Para quem gosta de participar de todos os momentos dentro da residência, estando em convivência com os diversos fatos que acontecem na cozinha, na sala, no hall, na varanda e demais ambientes integrados, o ideal é o conceito aberto, sem barreiras visuais e sonoras. Devemos atentar para a cozinha, pois enquanto se estiver cozinhando, exala-se o aroma, o qual pode ser amenizado com o uso de coifas,  exaustores ou depuradores, além dos barulhos de panelas, talheres, louça sendo lavada que podem incomodar a quem estiver assistindo alguma programação na TV.

Então, para se decidir o que é melhor fazer neste caso, primeiro deve se pensar no estilo de vida que as pessoas que residirão naquele local precisa realmente e o quanto estão dispostas a pagar.

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!