Login | Cadastre-se
replica uhren
Topo
← Voltar

BULLYING CORPORATIVO: UM TEMA QUE DEVE SER LEVADO A SÉRIO

Publicado em 15/05/2019 por Felipe Rocanelli .´.

BULLYING CORPORATIVO: UM TEMA QUE DEVE SER LEVADO A SÉRIO

Uma pesquisa realizada pela Robert Ralf constata que 35% dos profissionais já foram alvo de bullying corporativo

 

Uma das novas definições de agressão moral ganhou um novo termo nos últimos anos: o Bullying. Esse termo, apesar de novo, já fez parte em algum momento da vida das pessoas – e muita das vezes acarreta em traumas e complicações para toda a vida. Hoje em dia, o notório crescimento nas escolas ganhou destaques em diversos meios de comunicação. Contudo, pouco se houve falar em bullying no ambiente de trabalho e suas consequências que podem ser catastróficas.

O bullying corporativo hoje representa 13% dos pedidos de demissões das pessoas que relataram sofrer esse tipo de agressão e mais, muitos deles já sofreram alguma depressão pós Bullying e exigindo um tratamento com profissionais da área.

As empresas hoje buscam soluções para a redução do Bullying Corporativo, alterando suas políticas e promovendo palestras de conscientização para seus colaboradores. Muitas das vezes, essas ações de forma isoladas não possuem uma grande eficácia dentro desse ambiente, cabendo assim algumas ações preventivas pessoais a fim de minimizar as agressões morais existentes no meio corporativo. Abaixo, algumas dicas que podem ser de grande auxílio.

 

Diálogo com o agressor

As conversas abertas e francas possuem um grande resultado na redução do bullying corporativo. Grande parte dos agressores não possuem a ciência do seu sentimento perante a agressão. Uma conversa pessoal com quem pratica a ofensa de forma franca e reservada possui resultado excepcionais.

 

Retrate a um supervisor

Se porventura a conversa com o acometedor não surtir efeito na minimização das injúrias, procure uma superior responsável e relate o problema. Grande parte              do problema ocorre entre colaboradores de mesmo nível hierárquico e por isso a intervenção de um nível superior poderá sanar esse problema.

 

Seja um profissional

Evite sempre comentar em excesso sua vida pessoal no meio corporativo com seus colegas de trabalho. Isso não significa que você não possa ser social, o que não pode é ser social demais. Informações pessoais poderão ser usadas para a sua difamação dentro da corporação e por seguinte o bullying dentro da empresa.


 

Aplique a empatia

Não faça aos outros o que não gostaria que fizesse contigo: essa é a lei da empatia. Se você não quer sofre nenhum tipo de insulto então não cometa com outro companheiro de seu meio de trabalho. Seja sempre respeitoso com seus colegas para que receba a mesma tratativa deles e isso fará o convívio corporativo mais agradável.

 

O bullying corporativo é um tema de suma importância nos dias de hoje devido os efeitos gerados por ele, principalmente em rotatividade de colaboradores e diminuição de produtividade. Apesar de ocorrer dentro do meio profissional, pode se alastrar para sua vida pessoal por um período extenso. Por isso, atente-se ao que ocorre dentro de seu ambiente de trabalho.

 

 

 

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!