Login | Cadastre-se
replica uhren
Topo
← Voltar

Junho Verde termina com saldo positivo

Publicado em 10/07/2019 por Juliano Abe

Chegamos ao final de mais um Junho Verde, um mês inteiro voltado a ações de conscientização sobre o Meio Ambiente, aqui, em Mogi das Cruzes.

Iniciamos esse projeto já no primeiro ano de nossa administração, em 2017. Visando promover o debate por meio de palestras educativas, além de reconhecer, divulgar e incentivar programas que valorizam a criação e execução de boas práticas ambientais.

Em nosso município, um dos destaques fica por conta do Divino Verde, projeto que iniciamos há 7 anos quando ainda era vereador e realizado em parceria com a Associação Pró-Divino, o Instituto Embu de Sustentabilidade e a Prefeitura de Mogi das Cruzes.

A ação tem como objetivo minimizar os impactos causados pelo grande volume de resíduos gerados ao longo de 11 dias de festividades. E, para que isso aconteça, poder público, voluntários e frequentadores da Festa do Divino se mobilizam em prol de um bem comum: a preservação do meio ambiente.

Na edição de 2019 da festa, que é considerada a maior manifestação religiosa e cultural de nossa cidade, foram gerados 7,4 toneladas de resíduos orgânicos e 2,8 toneladas de resíduos recicláveis.

O levantamento do volume de lixo gerado só foi possível graças à ação de um grande time, entre eles os 47 agentes ambientais, voluntários da Família Solidária do Fundo Social e capacitados pela Prefeitura para realizar a distribuição de 25 mil folhetos sobre conscientização e coleta seletiva.

Aos agentes, também se uniram os trabalhadores voluntários das barracas, bem como as entidades participantes do evento, que praticaram o uso consciente de recursos naturais, como a água, e diminuíram o consumo de itens não biodegradáveis, como as sacolas plásticas, que foram substituídas por sacos de papel.

Ainda durante o evento, a Comunidade Rosa Mística com o Projeto Reciclando Vidas, conseguiu promover o descarte correto e a reciclagem de 600 litros de óleo.

Motivados pela ação dos voluntários e pela campanha Divino Verde, o público também cumpriu seu papel e cerca de 13 mil pessoas contribuíram para o descarte correto nas 100 lixeiras de coleta seletiva espalhadas pelo espaço da festa.

Mas, apesar de se tratar de uma ação pontual, o legado do Divino Verde se estende além dos 11 dias de festa.

Ele se reflete no plantio de 38 árvores, que irão compensar o impacto dos veículos utilizados pelas entidades durante as festividades, no reaproveitamento de resíduos e, o mais importante, no engajamento da população que, diante desse incentivo e orientação, passam a atuar de forma mais participativa e responsável na preservação do meio ambiente.

É isso! Cuidar do meio ambiente é cuidar da vida. Vamos trabalhar!

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!