Login | Cadastre-se
Topo
← Voltar

Corredor Ecológico Mogiano

Publicado em 05/11/2019 por Juliano Abe

Mogi deu mais um importante passo em direção à preservação da mata nativa. Somos o primeiro município do País a incluir em nosso Plano Diretor a implantação de um corredor ecológico.

“Mas qual o benefício prático que essa iniciativa trará para a nossa cidade?”, você deve estar se perguntando.

Corredores ecológicos consistem numa importante ferramenta para a preservação de espécies e ampliação de áreas de conservação, pois contribuem para o equilíbrio da nossa fauna e flora nativas, além de conceber um ambiente receptivo ao trabalho das aves e das abelhas.

E com mais aves e abelhas também aumenta a dispersão de sementes e a polinização, etapa de extrema necessidade para a formação de novas plantas, contribuindo para uma de nossas principais atividades econômicas, a agricultura.

Além dos aspectos ambientais e econômicos, a implantação do corredor verde também favorece o desenvolvimento social ao gerar empregos, novas possibilidades de negócios e atrair uma atenção positiva ao nosso município.

Para formar essa faixa verde, que ligará a Serra do Itapeti à Área de Proteção Ambiental (APA) da Várzea do rio Tietê e a Serra do Mar, serão utilizadas espécies nativas da Mata Atlântica que, em períodos abundantes de riqueza vegetal e animal, dominou nossa cidade.

Com a implantação do corredor ecológico, também melhoraremos a qualidade do ar que respiramos, desfrutaremos de um clima mais ameno, com maior quantidade de água e estaremos expostos a menos riscos de erosão.

Para criar esse projeto, que segue este mês para votação na Câmara Municipal, contamos com o respaldo técnico de especialistas que mapearam os fragmentos vegetais necessários para criar conectividade com as espécies que já temos.

Num período em que vemos e ouvimos tanto sobre desmatamento e desrespeito às nossas riquezas naturais, sinto-me orgulhoso em ser mogiano e viver em uma cidade que dá valor ao que temos de mais precioso: a nossa terra.

 

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!