Login | Cadastre-se
replica uhren
Topo
← Voltar

NÃO DÁ PARA JOGAR FORA NOSSO LIXO.

Publicado em 27/03/2017 por Bianca Colepicolo

Não dá para jogar o lixo fora. Não tem fora. O planeja está entulhado e contaminado em seus quatro cantos. E não é SÓ porque faltam políticas públicas para tratar de resíduos sólidos, é porque o ser humano, nós, gostamos de mimos, confortos e regalias. Adoramos a ideia de que passa um caminhão mágico e some com toda a porcaria que nós produzimos. Que mora em prédio e tem aquele \"buraco\" com portinha que leva o lixo lá para baixo então, sente o alívio diário que é se livrar da caca automaticamente, sem ter que pensar para onde ela vai.

Só que não. Cada vez mais nós damos de cara com nossa produção diária: rios, ruas, ar contaminado pelas queimadas, comidas contaminadas pelo solo...O lixo não some. Ele volta para nós.

Não tem nada de novo neste assunto. Todo mundo ouve falar em reciclagem. Quem tem filhos provavelmente sofre em casa alguma pressão para destinar corretamente os resíduos. E sabe que nossa sociedade ainda não está preparada para lidar com isso. O que há de se pensar é que não é porque você não pode solucionar o problema todo que você não pode ser uma parte da solução. Aqui vão apenas duas dicas:

1. Consuma menos. Compre apenas o necessário. Conserte o que quebrar. Traga menos embalagens para casa. Dispense sacolas e caixas na própria loja. Vamos aprender com nossos avós. O bolso da família também agradece.

2. Separe os orgânicos. Restos de frutas, legumes e verduras são excelentes adubos para jardins e hortas. Por que não fazer uma composteira comunitária no condomínio? É simples: restos orgânicos, podas de grama e folhas secas varridas, tudo em um buraco tampado na grama (e se jogados apenas esses lixos não tem nenhum risco de cheirar mal). Com certeza a economia de fertilizantes também vai ajudar na conta do jardim.

Parece pouco frente ao tamanho do problema, mas, como Madre Teresa de Calcutá dizia \"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.\"

Mãos à obra!

Avaliações


Esta matéria ainda não foi comentada. Seja o primeiro!